8 Encorajadoras histórias sobre a Confissão que irá lhe inspirar a visitar esse Sacramento.

Escrito por Ruth Baker

A confissão pode assustar, mas sempre vale a pena ir, não importando as ideias preconcebidas que tenhamos.

As graças e a misericórdia que decorrem deste sacramento sempre vencem o medo e a ansiedade que possamos sentir. As pessoas encontrarão um milhão de razões para evitar esse dom. (Leia mais nesta publicação). Algumas vezes ajuda conhecermos as histórias daqueles que já passaram pela experiência da Confissão. É por isso que criamos esta lista de 8 histórias de Confissão que certamente irão elevá-lo e levá-lo à fila da Confissão.

Se depois de ler isso você precisar de alguma ajuda na parte de "Como fazer" uma Confissão, confira este guia

.

Abaixo, compartilhamos com vocês oito histórias pessoais e lindas sobre experiências de encontros de pessoas durante ou antes da Confissão. Esperamos que todas essas histórias inspiram e encorajam você, especialmente se está nervoso em ir à Confissão.

1. O Padre Compassivo

[blockquote source= "Ruth"]Uma vez fui a confissão e estava tão nervosa que não sabia como começar. Então eu disse ao padre como eu estava me sentindo e ele rezou comigo. Sua oração foi tão compreensiva e compassiva que tive coragem de começar a minha confissão.[/blockquote]

2. Uma Penitência que Muda a Vida

[blockquote source="Alanna"]Este verão, um padre visitante ouviu minha confissão depois de eu ter lido o livro 'How Dante can Save Your Life' [N.T.: Como Dante pode salvar sua vida]. Minha confissão foi tão detalhada pelo exame que o livro me deu que o padre me deu um livro inteiro como penitência: 'Consoling the Heart of Jesus' [N.T.: Consolando o Coração de Jesus.] Melhor penitência de todas! Demorou um mês, mas foi tão bom! Também o padre mais tarde me disse que ele pegou o livro e o leu durante a noite toda e concordou que era muito bom![/blockquote]

3. Fidelidade na Oração

[blockquote source="Alex"]Todos os anos eu vou a Lourdes, e quando estou em Lourdes, eu sempre vou à Confissão. Há todas essas pequenos confessionários, cada um com um sacerdote, e uma pequena placa do lado de fora informando quais idiomas estão disponíveis. A fila inglesa era longa, mas do lado oposto eram os confessionários para a língua espanhola e não havia ninguém lá, então eu decidi me confessar em espanhol o que já tinha feito antes. O padre foi muito legal e eu falei sobre muitos problemas que eu estava tendo com minha família e especialmente com minha mãe. No ano seguinte, voltei a Lourdes e, quando fui à Confissão, o mesmo padre espanhol estava lá e fui até ele novamente. Depois que eu terminei de confessar, ele disse: "Você esteve aqui no ano passado?", Eu disse que tinha estado e ele disse: "Como vai sua mãe? Venho rezando por ela durante o ano todo." E pensei, se esta é a fidelidade de um sacerdote a uma mulher que ele não conhece, quanto deve ser o amor e a fidelidade de Deus! Nem preciso enfatizar tanto isso, de que Deus está cuidando plenamente de mim e da minha família![blockquote]

4. Medo da Confissão Face a Face

[blockquote source="Maria"]Durante as missões paroquiais dos sacerdotes da Arquidiocese de Miami, geralmente se tem Confissões face a face. Imagina o horror ao se pensar em confessar os pecados enquanto olha alguém nos olhos. É sempre mais fácil confessar atrás de uma divisória, mas passado um tempo eu me desafiei a confessar face a face. No entanto, de repente me veio como num relâmpago que a Confissão tinha que ser com um padre que eu não conhecia ou confessar atrás de uma divisória! Esta Quaresma, um padre que é amigo da família, estava pregando na Missão Quaresmal em uma paróquia local. Chegou o tempo para as confissões, o Espírito Santo estava obviamente querendo derramar a Sua misericórdia neste momento, porque nunca teria considerado me confissar com ele, mas eu me levantei, fiquei na fila e, quando foi a minha vez, ele ouviu atentamente tudo o que eu tinha para dizer, permitindo que eu desabafasse. Quando ele finalmente decidiu falar, ele o fez de uma maneira que eu nunca esperava. Ele me lembrou que a vida pode ser difícil e isso pode afetar qualquer um de nós, mas sempre há alguém do nosso lado disposto a nos ajudar com a nossa cruz. Não houve julgamento ou repreensão, apenas misericórdia e amor.[/blockquote]

5. Um Encontro Divino

[blockquote source="Becky"]Alguns anos atrás, meu marido, Jared e eu, tivemos uma de nossas maiores brigas que já tivemos. Não consigo agora nem lembrar o que a causou, mas estava grávida, o que costumava ter algo a ver com as nossas grandes brigas. No dia seguinte, estava agendado um teste de glicose de três horas. Ou seja, você se senta no consultório médico e eles testam sua glicose a cada hora. Eu estava preocupada com isso, mas mais do que isso eu realmente queria muito ir à confissão. Naquela noite, Jared e eu deveríamos sair para um descanso de fim de semana e queria que minha alma estivesse limpa de todos os pecados que cometi durante nossa briga. Fiquei tão triste porque sabia que não haveria nenhuma maneira de eu ir à Confissão com o dia marcado devido aos testes e aos tempos limitados de Confissão na minha paróquia. Como só Deus pode fazer, um padre apareceu no escritório do médico. Ele estava marcado para ajudar um amigo que estava doente. Meu coração estava disparado, e eu sabia que era muita coincidência. Eu expliquei minha situação para ele (enquanto todos no escritório ouviam!) E lhe implorei para ouvir minha Confissão. Ele foi o padre mais gentil, gracioso e amoroso. Um verdadeiro presente! Ele ficou feliz em ouvir minha confissão. Encontramos um lugar fora do escritório e ele passou quase uma hora me ouvindo. Anotei seus conselhos e palavras de encorajamento. Uma penitência para aproveitar meu tempo com meu marido e uma das maneiras de abençoá-lo é que eu continuo vivendo com ele até hoje! Eu senti muita alegria depois de deixar o consultório do médico naquele dia. Eu me senti revigorada e renovada. Derramei muitas lágrimas de gratidão sabendo como Deus orquestrou perfeitamente aquele tempo de Confissão para que eu pudesse experimentar Sua misericórdia, graça e perdão. No caso de ele ler isso, deixo aqui um grande agradecimento a esse sacerdote compassivo e disposto a servir em qualquer circunstância![/blockquote]

6. Um Padre Providenciado pelo Espírito Santo

[blockquote source="Lauren"]Eu estava em Lourdes e enfrentando um momento muito difícil com meus próprios problemas pessoais, que estavam me deixando mais distante do Senhor. Eu estava sentada na Gruta quando fui abordada por um padre que disse que sentiu uma inspiração para conversar comigo. Então nos sentamos juntos e falei sobre muitas coisas, coisas que eu não compartilhava com ninguém. Este padre estava tão relaxado e calmo que eu sentia como se ele já soubesse o que eu estava lhe falando. Eu me senti tão à vontade me abrindo para ele que eu acho que naquele momento eu senti como se eu estivesse falando com o Senhor face a face e ele já sabia o que meus lábios falariam.

Este padre falou comigo como se soubesse tudo sobre mim, era como se esse homem estivesse caminhando ao meu lado durante todos os meus momentos tormentosos. Eu não podia acreditar que, em primeiro lugar, este padre honestamente queria ou sabia que eu tinha que falar com ele. Mas, em segundo lugar, ele conseguiu me fazer sentir tão segura sobre minha vida naqueles pequenos instantes. Naquele momento, era como se eu tivesse sido libertada de toda a tristeza, dor e raiva.

Essa confissão passou a ser um dos pontos mais significativos da minha vida. Senti o Senhor literalmente me levando e esticando a Sua mão para mim.[/blockquote]

7. Abra o Coração

[blockquote source="Patricia"]Eu encontrei dificuldade com a Confissão quando eu era pequena e ainda encontro. Eu sempre me sinto como o rato gordo da Cinderela tentando equilibrar todo o milho, que é como vejo todos os lixo que eu costumo levar, às vezes sem perceber. A mágoa e a dor no meu coração ficam pior quando a carga é demais. Então, nesta ocasião particular, eu compartilhei isso na confissão, conversando com o padre e explicando com a analogia do rato gordo. Havia música de Louvor e Adoração no fundo durante este tempo de Confissão e ouvi o verso de uma música que dizia para "exponha tudo". Naquele momento, algo dentro de mim disse: "Basta. É suficiente, apenas abra seu coração, Eu estou aqui'. Então eu o fiz. O sacerdote me disse: "Você pertence a Deus, não deixe que ninguém o derrube ou tente dizer o que você não é. Ele o fez para o céu!".[blockquote]

8. Uma Relação Pessoal com Jesus

[blockquote source="Winnie"]Eu amo este Sacramento. Ocorreu-me que a Confissão é onde eu experimento essa idéia que tantos evangélicos se referem como "a relação pessoal com Jesus". Sim, isso é claro também para a Eucaristia, em grau não menor, mas há algo tão pessoal e íntimo sobre a Reconciliação, comparado à Missa que é comunitária e pública. No confessionário, para mim, é como sair do tempo e confrontar o imediato do sofrimento, falar a verdade dos meus pecados em voz alta e experimentar o dilúvio da misericórdia e do amor de Deus. Tudo isso é palpável. Além disso, o conhecimento objetivo de que fui perdoada. É incrível!.[/blockquote]

Original em inglês: CatholicLink