Precisamos De Pais Que Sejam Presentes...

Todo homem de família deseja ser um bom marido e um bom pai. E todos tentam fazê-lo, muitas vezes se desdobrando em um trabalho que eles particularmente não gostam. É muitas vezes desgastante tentar equilibrar o trabalho, as tarefas domésticas, as responsabilidades familiares e qualquer outra coisa que a vida coloca no seu caminho.

Paradisus Dei, os criadores do That Man is You! publicou recentemente "A Porta - O Poder da Presença", um vídeo - que abaixo legendamos - que é um bom lembrete para qualquer marido ou pai que se sinta perdido. Ele não oferece todas as soluções que procuramos, mas dá um ponto de partida: volte ao básico. Você não dá maior duro em seu trabalho ou em qualquer outra coisa que você faça por um motivo qualquer que não seja seu amor por sua esposa e filhos. No entanto, muitos homens cederam sob as pressões e lutas de nosso mundo moderno, especialmente em relação a seus papéis como maridos e pais.

"A Porta - O Poder da Presença" se esforça para lembrar aos homens que, embora essa luta para encontrar o equilíbrio seja real, eles precisam se esforçar para encontra-lo, mesmo que isso signifique aprender a dizer não mais ao trabalho do que para suas esposas ou filhos. .

Obviamente, é mais fácil falar do que fazer. No entanto, assim como você pode pensar que teve um dia inteiro - elas também. Tudo o que sua esposa pode estar procurando é algum tempo com o marido no final do dia. Todos os seus filhos podem estar à procura de algum tempo com o pai, especialmente se eles estão aguardando ansiosamente o seu retorno durante todo o dia. A reação fácil às demandas por seu tempo e atenção, o depois de um longo dia, é pensar com ressentimento: "Eles não sabem como foi o meu dia hoje?" ... A verdade é que, de fato, eles não sabem ... Uma resposta melhor poderia ser compartilhar o seu dia, bem como ser mais compreensivo: "Eu tive um dia longo hoje. Como foi o seu dia?

Uma mágoa comum nos corações das esposas e das crianças é a ferida de se sentirem negligenciados ou mesmo rejeitados pelos seus maridos/pais. Ironicamente, uma das cargas mais comuns nos corações dos homens é a luta para serem melhores maridos/pais. Nenhum homem consegue ser o marido/pai ideal e ao mesmo tempo cumprir todas as suas responsabilidades. Mas lembrar regularmente por que você se casou e por que escolheu ter filhos às vezes pode ser o ponto de partida para fazer uma mudança e um realinhamento de suas prioridades.

Sempre vai acontecer de se perder oportunidades de ser um marido ou pai melhor, mas lembretes frequentes do que realmente é importante na vida, podem vir por meio de vídeos como o "A Porta - O Poder da Presença", que ajudará você, no mínimo, a se lembrar.

Original em inglês: CatholicLink