O Impacto Do Filme Unplanned

Enquanto o filme Unplanned é lançado em DVD e faz sua estréia na Austrália, Nova Zelândia e outros países, os co-diretores/produtores/roteiristas Cary Solomon e Chuck Konzelman refletem sobre os efeitos que testemunharam no público desde que foi lançado em março nos EUA.

"Houve uma reação profunda", disse Solomon em uma entrevista na tarde de sexta-feira. "Literalmente, eu nunca vi nada parecido. Mesmo antes do lançamento, mostramos este filme provavelmente a 10 mil pessoas em exibições em todo o país,... e cerca de três a quatro coisas profundas aconteceram todas as vezes".

Uma coisa que ele observou foi o alto número de homens lamentando que "eles não foram homens o suficiente, falharam enquanto homens, porque basicamente forçaram uma mulher a fazer um aborto ou algo assim", disse Solomon.

"A outra coisa foi milhares de pessoas que vieram até a mim dizendo: 'Eu fiz um aborto 20, 30, 40 anos atrás e, pela primeira vez, me sinto livre", declarou Solomon. "'Isso arruinou a minha vida e aqui está um filme que faz entender agora que há perdão. Eu entendo que existe um Deus. Eu entendo que fui manipulada e me vendi a uma mentira '".

Unplannedé baseado no livro de mesmo nome de Abby Johnson em que conta como ela deixou de ser diretora pro-aborto de uma clínica da Planned Parenthood, no Texas, para se tornar uma ativista Pró-vida. O que lhe transformou foi presenciar pela primeira vez um aborto por uma tela de ultrassom.

Solomon ficou particularmente impressionado com a reação que ouvira de pessoas que defendiam o aborto legal. Em resposta a uma crítica de cinema na revista Variety, que basicamente apontava o filme como "propaganda", uma comentarista online, uma mulher a favor do aborto, disse que o filme "desafiou meu pensamento completamente".

"Ao realmente ver o aborto, ele se tornou simplesmente indefensável e me deixou sem chão," escreveu ela. "Qualquer pessoa a favor da escolha pelo aborto que seja intelectualmente honesta deveria estar disposta a testar suas crenças... mas, caramba, todos os meus melhores pontos de discussão se dissolveram à luz desse filme. ... Como mulher não posso mais reivindicar ser pró-mulher e defender o aborto. Estou fora."

"Estamos recebendo uma tsunami de retorno do mundo todo", disse Solomon. "Estamos falando sobre redenção, perdão e esperança para as mulheres que fizeram aborto, e provavelmente existem mais de um bilhão delas no mundo neste momento, e elas estão encontrando liberdade e perdão. Um sexto ou um sétimo da população mundial está encontrando perdão através de um filme. Isso é muito louco. Isso é inacreditável. Obviamente, é graças ao Senhor e ao sentido do filme, mas o ponto é este tipo de efeito que o filme está tendo ".

Além disso, ele disse que até três trabalhadores de clínicas de aborto por dia estão ligando And Then There Was None[1], o apostolado que Abby Johnson começou para ajudar os trabalhadores dessas clínicas a sair da indústria.

Junto com o lançamento desta semana do DVD, há em vigor uma licença do site para que paróquias e grupos pró-vida possam adquiri-la para exibir o filme.

Solomon disse que há pedidos para que o filme seja exibido em lugares tão distantes quanto Gibraltar e as Ilhas Faroe, a fim de impedir o movimento progressivo em direção ao aborto legal. O filme também será lançado em breve no México, onde o ator Eduardo Verastegui atuará como "embaixador", promovendo o filme.

"Estamos muito satisfeitos com o fato de o Senhor tenha nos permitido fazer parte de algo que acreditamos ser muito próximo e caro ao coração Dele", disse Konzelman. "Tem sido uma jornada. Ao olharmos para trás, é difícil lembrar exatamente como era a vida do dia-a-dia antes de irmos trabalhar no filme. Se você perguntar o que fazemos para viver, 'Trabalhamos no Unplanned' ... É uma fase da vida como qualquer outra".

Original em inglês: Aleteia


Nota:

[1] And Then There Was None (ATTWN) - em uma tradução livre seria "E Depois Não Tinha Mais Ninguém"- é uma organização reconhecida e sem fins lucrativos que existe para ajudar trabalhadores de clínicas de aborto a deixarem a indústria do aborto. ATTWN é pró-vida sem exceções. Enquanto acreditamos e apoiamos incondicionalmente todos os esforços pro-vida pacíficos, a ATTWN procura acabar com o aborto de dentro para fora.