Como Fazer Quando A Quaresma Dá Errado?

26/02/2021

Os Melhores Planos

Os planos mais bem elaborados de ratos e homens muitas vezes dão errado. Nós traçamos os melhores planos para nossa jornada quaresmal. Procuramos nos aproximar da Páscoa tendo passado por uma rotina bem planejada e executada de oração, jejum e esmola.

Se você é como eu, isso nem sempre sai como planejado. Na verdade, você pode ter se desviado completamente de seus planos bem traçados e pensar que sua Quaresma acabou. E se você só tiver mais uma semana? E se você tiver mais um mês? E se for literalmente um dia após a quarta-feira de cinzas? O que acontece quando a Quaresma dá errado?

Em primeiro lugar, temos que tirar essa frase de nosso vocabulário. A Quaresma não pode dar errado. A Quaresma existe como um dom de Deus para restaurar a harmonia em nossas almas.

Nossas penitências quaresmais são construídas sobre a oração, o jejum e as esmolas. É importante discernir como exercitá-los durante a Quaresma (e depois dela), mas nunca é tarde demais durante a Quaresma para adicionar ou subtrair práticas. Primeiro, precisamos examinar por que estamos fazendo essas penitências.

Por Que Fazemos Penitências?

As práticas da Quaresma aumentam nossa consciência com relação a Deus e permitem que a graça de Deus penetre em nossos corações e mentes mais prontamente. Portanto, é importante que sejam consistentes. É aqui que a maioria das pessoas se perdem e desistem do plano. Se vacilarmos em nossas práticas quaresmais, existem três opções: abandonar o curso, alterar o curso ou voltar ao curso.

Três Opções - Abandonar, Alterar, Reconhecer

Abandonar o curso não é uma opção para o cristão. Não importa o quão difícil seja e não importa o quanto estejamos sofrendo, Cristo está lá para compartilhar o fardo. Ele não nos diz: "Seja complacente e você será feliz". Em vez disso, Ele nos diz para tomar a nossa cruz, segui-Lo e viver a vida radical das Bem-aventuranças.

Podemos alterar o curso ligeiramente. Podemos talvez trabalhar com apenas alguns elementos e buscar realmente nos comprometer com eles antes de adicionar outros mais. O espírito geralmente está pronto, mas a carne é fraca. Esta não é uma desculpa para deixarmos de persistir. Em vez disso, é a realização que deve nos desafiar, mas devemos fazê-la entrando pelo lado mais raso, dando um passo de cada vez, em vez de mergulhar de cabeça no mar.

A terceira opção é realmente a primeira a se tentar. Devemos reconhecer onde deixamos de cumprir nossos compromissos. Em vez de deixar isso definir nossa Quaresma ou nos levar ao desânimo, simplesmente voltamos ao curso. Pedimos a Deus a graça para começar de novo.

As Boas-Vindas A Cada Início

Provérbios 24:16 diz o seguinte: "Porque o justo cai sete vezes, mas ergue-se, enquanto os ímpios desfalecem na desgraça". Esse ensinamento, muito sábio, nos diz que a vida cristã é uma longa caminhada, não uma corrida de curta distância. Podemos cair várias vezes (leia-se: milhares de vezes), mas somos sempre convidados pela graça de Deus a nos levantarmos e tentarmos novamente.

Há um belo verso na canção Roll Away Your Stone da banda Mumford and Sons que resume essa realidade. Acho que também funciona bem para um lembrete espiritual durante a Quaresma e para diversas situações em nossas vidas, realmente. O verso é assim: "Não é a longa caminhada para casa que irá mudar esse coração, Mas as boas-vindas que eu recebo no reinício."

É inevitável que vamos cair. É parte de nossa natureza humana decaída ser inclinado ao pecado, ser mais fraco do que desejamos e falhar. No entanto, Deus nunca falha. Ele nunca falha em estender Sua mão para nos reerguer e nos colocar de volta no curso. Nunca desanime se você estiver se apegando a Deus. E se você ficar distraído por um tempo, simplesmente permita que a graça de Deus lhe dê um foco renovado.

Original em inglês: CatholicLink