Como Descobrir que "É o Senhor" em Cada Momento da Sua Vida

Escrito por Jean Pierre de Caussade*

Não há momento algum em que Deus Se não apresente, seja sob a forma de uma dor, de uma obrigação ou de um dever.


Após a sua ressurreição, Jesus Cristo surpreendia os discípulos com as suas aparições, apresentando-Se a eles em figuras que O disfarçavam; mal Se revelava, desaparecia. Este mesmo Jesus, sempre vivo e sempre operante, continua a surpreender as almas cuja fé não é suficientemente pura e penetrante. Não há momento algum em que Deus Se não apresente, seja sob a forma de uma dor, de uma obrigação ou de um dever. Tudo quanto se faz em nós, em nosso redor e através de nós encerra e encobre a Sua ação divina, o que faz com que sejamos constantemente surpreendidos e não conheçamos as Suas operações senão quando elas deixaram de subsistir.

Se perfurássemos o véu e estivéssemos vigilantes e atentos, Deus se revelaria a nós sem cessar e usufruiríamos da Sua ação em tudo aquilo que nos acontece. Perante cada coisa, diríamos: "É o Senhor!" E detectaríamos em todas as circunstâncias que recebemos um dom de Deus, que as criaturas são instrumentos frágeis, que nada nos falta, e que o permanente cuidado de Deus O leva a conceder-nos aquilo que nos convém.


* Jean Pierre de Caussade (1675-1751) foi um escritor e padre jesuíta francês conhecido pelo trabalho que lhe foi atribuído, o Abandono à Divina Providência e seu trabalho com as Freiras da Visitação em Nancy, na França. Ele acreditava que o momento presente era santo e que as pessoas deveriam se abandonar ao presente, uma perspectiva diferente quando comparada com o foco católico tradicional no futuro e na vida após a morte. Para o Caussade, viver no momento significava ter uma total confiança e fé em Deus, pois a vontade de Deus definia e guiava todas as coisas.